quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Crepúsculo


O tempo corre, apressando a noite
E eu fico aqui, silencioso,
esperando um verso amanhe(ser) em mim
para que eu adormeça P O E S I A 

(Wendel Valadares)




sexta-feira, 14 de dezembro de 2012


[...] Se ele tivesse insistido um pouco mais, ela teria ficado. Se ele tivesse pedido com as palavras, com os braços, com os olhos, com a alma, ela teria ficado.
Ela queria ficar. Ele queria que ela ficasse. 
Que tipo de amor é esse, em que o orgulho fala mais alto. 
A gente luta tanto por um amor e abre mão dele na primeira dificuldade...

(Wendel Valadares)





Você plantou uma saudade bonita no meu peito. E cada vez que a memória traz à tona a lembrança do seu riso, meu coração desabrocha. 

(Wendel Valadares)





... acumulou tanto amor próprio que esqueceu de amar o próximo.
Morreu cheio de amor, mas não deixou saudades em ninguém.

(Wendel Valadares)





Sua amizade me fez jogar fora a roupa de solidão. 
Sua amizade me fez dar um novo significado a palavra IRMÃO.

Obrigado por compreender as minhas limitações, acolher os meus defeitos e melhorar a minha história.

(Wendel Valadares)





Esperava que me pedisse pra ficar, mas quando me dei conta, você já havia feito as minha malas...

(Wendel Valadares)



quarta-feira, 12 de dezembro de 2012


Se não me falha a memória, eu ainda não lhe disse "eu te amo" nesse minuto...

(Wendel Valadares)



[...] Perdi a conta de quantos anos cabem no minuto em que você não está comigo...

(Wendel Valadares)



Você nem suspeita que é o motivo da minha insônia.

(Wendel Valadares)


sábado, 8 de dezembro de 2012



Desculpa se parece ceticismo, mas não acredito em felicidade o tempo inteiro, toda hora. Pelo menos comigo não é assim. De vez em quando eu me permito entristecer, de vez em quando eu desaprendo meu sorriso e deixo algumas lágrimas visitarem os meus olhos, de vez em quando um vazio se aloja no meu peito e eu fico vagando pela casa, remoendo uma ausência bonita que me fez entender a importância das pessoas na minha vida. Não é que eu não seja feliz, claro que sou, mas compreendi que a tristeza também faz parte do nosso crescimento, do nosso processo de humanização, compreendi que a tristeza me faz gente de verdade, que a tristeza enaltece todos os meus outros sentimentos. De vez em quando, só de vez em quando eu permito que ela se achegue, porque quando eu converso com ela abertamente, sem forçar, sem querer inventar uma alegria que não existe ela me ajuda a encontrar o caminho da felicidade, ela me ajuda a descobrir minha força interior e ela vai embora sozinha, sem aquele drama todo de infelicidade, sem alvoroço algum. E só então eu consigo entender e compreender tudo o que me faz feliz, tudo o que me faz bem. Só então eu consigo olhar pra mim sem a capa de super-herói, consigo ver a pessoa bonita que eu sou.

(Wendel Valadares)


quarta-feira, 5 de dezembro de 2012


Eu disse "Eu te amo" um milhão de vezes e você não viu. Você queria tanto ouvir minhas palavras e acabou nem prestando atenção nos meus olhos.

(Wendel Valadares)




segunda-feira, 3 de dezembro de 2012


Ah, mas se você for só um sonho, eu abro mão do sol, do arco-íris 
e das flores da primavera, pra ficar dormindo eternamente ao seu lado.

(Wendel Valadares)




quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Não importa se a história não é muito bonita, ao seu lado qualquer final só pode ser feliz.

(Wendel Valadares)


domingo, 25 de novembro de 2012



Queridos!!! Esse é o meu primeiro livro: Essência.

Um livro de poesias. Numa linguagem intensa, cativante e nostálgica, cada poesia traz aquele gostinho bom de verdade, aquela sensação de estar sentando na varanda de casa numa prosa boa, chupando tangerinas, com o céu todo alaranjado vendo o sol se deitar sobre a serra.
Poesias intensamente sentidas, sentimentos que transbordaram e transcenderam para o papel.
O livro todo está uma delícia.

Quem desejar adquiri-lo, poderá fazê-lo através do site da editora, pelo endereço:

http://www.editoramultifoco.com.br/literatura-loja-detalhe.php?idLivro=1016&idProduto=1047









sábado, 24 de novembro de 2012


Entendi que não dá pra forçar ninguém a gostar da gente.
Se a pessoa não está porque quer é melhor que não esteja.

(Wendel Valadares)




quarta-feira, 21 de novembro de 2012


Vem meu amor, vamos brincar de ser feliz do jeito que só a gente sabe.

(Wendel Valadares)




É só o que eu preciso






Só preciso de um amigo que me diga que a história do Pequeno Príncipe não é apenas uma fábula. Que a Alice foi mesmo no País das Maravilhas e que o Peter Pan ainda apronta suas peraltices na terra do nunca.
Só preciso de um amigo que lamente ardentemente não ser meu irmão de sangue, não ter nascido da mesma mãe, mas que seja meu irmão de alma, que me olhe com amor, com olhar bonito. Que durma na minha casa e chame minha mãe de tia e que conte algumas piadas pro meu irmão mais novo.
Só preciso de um amigo que não tenha desaprendido a beleza dos dias, a delicadeza dos gestos. Que não tenha desaprendido o poder de cura de um abraço, de um afago, de um cafuné.  Que não tenha desaprendido a pureza, a inocência, a candura.
Só preciso de um amigo que não tenha medo da verdade, que não tenha medo das palavras.
Que goste de ouvir as lições que nos ensinam as pessoas mais velhas e que tenha um enorme respeito pela vida, pelo outro.
Só preciso de um amigo que não tenha medo de sorrir bonito, sorrir largo, sorrir gostoso, onde quer que esteja e em qualquer situação. Que não tenha medo de chorar e chorar muito e chorar alto, um choro sentido, um choro comovido, um choro arrependido, porque a gente erra, a gente se engana, a gente faz burrada e é chorando que a gente aprende a lição.
Só preciso de um amigo que não tenha medo de encarar a vida de frente, de resolver o problema, de dar a cara a tapas. Que não tenha medo de errar, de falhar, de não conseguir, porque sabe que em várias situações vai ser preciso recomeçar.
Só preciso de um amigo que não tenha preguiça de ler as palavras que escrevo, que goste de emprestar o tempo pra prestar atenção no que eu faço, no que eu falo, nos meus detalhes, porque aprendeu que amar é  cuidar com os olhos.
Só preciso de um amigo que me peça pra ficar, que me peça ajuda, que me peça socorro, que me peça um abraço, um colo, um cafuné, uma palavra ou apenas me peça para ouvi-lo. Que não tenha medo de admitir fraqueza.
Só preciso de um amigo que fique quando eu lhe pedir, que me ajude, que me socorra, que me dê um abraço, um colo, um cafuné, uma palavra ou apenas me ouça quando eu precisar desabafar. Que não se espante com a minha fraqueza.
Só preciso de uma amigo que ache a amizade a coisa mais importante do mundo. Que não tenha esquecido o significado da palavra amizade. 
Que perceba que o prefixo de AMizade é o mesmo de AMor.  
Que amizade é amor para a eternidade.

(Wendel Valadares)

Triste


Triste mesmo é viver sem saudades. 
Saber que em todos os lugares por onde passamos ou vivemos
ninguém se destacou, ninguém tocou profundamente o nosso coração
a ponto de deixar uma marca bonita, uma ausência querida,
um gosto de eternidade, um desejo de reencontro.

Claro que a saudade aperta e por isso sofremos um pouco,
mas é reconfortante saber que sentimos saudades,
que têm um pedacinho da gente em cada lugar onde estivemos.

Tem gente que deixa uma saudade bonita.

(Wendel Valadares)

domingo, 11 de novembro de 2012


Foi sempre amor, desde o início. 
Em cada gesto, em cada palavra, em cada intenção.
Se não sentiu, não me culpe.
Eu estava inteiro, você se contentou com a metade. 

(Wendel Valadares)

[...] Porque pra mim o amor tem que ser falado, tem que vibrar as cordas vocais e estremecer o peito. 
Nada de amor engasgado...

(Wendel Valadares)

sábado, 10 de novembro de 2012

Resquício





Faz tão pouco tempo que você partiu,
que eu ainda posso ouvir os teus passos pesados,
caminhando pela casa sem o menor receio de me acordar,
mas agora você já está longe.
Nessa progressão de vozes e palavras esculpidas num poema
Desejando sê-las no entre(laço) das mãos. 
E foi tão rápido e durou tanto tempo dentro de mim,
como agora quando você me lê, entre versos e prosas soltas;
Onde qualquer canto aproxima nossos nomes,
Um beiral de lírios musicando o sopro; 
que eu ainda estou tentando entender onde tudo começou,
mas você já me deu um ponto final.
E vi retroceder pétala por pétala aquilo que poderia ser, e não foi.
Era tudo tão bonito,
que eu ainda me pergunto se era realmente Amor o que eu sentia.
Esse veraneio em que te apercebi dentro dos meus horizontes,
E por toda doçura que me enfeitei dentro de ti.
Uma rede de balanço em que nossos olhos minguavam, na margem que ficou,
A diluir esse rio de nós – ainda que seja um renome em Poesia bruta;
Um ontem, não havido, onde você retribuía o carinho,
o toque, o Amor sem querer - de fato estar.
Como onda desancorada que um dia desejou ser.
O mundo acabou e fiquei só,
Remoendo essa lembrança
que já não sei dizer se é saudade ou carência;
tentando inutilmente explicar você pra mim
E com remorsos de não saber me explicar pra você.

(Fernanda Fraga* & Wendel Valadares )

Fernanda Fraga, poetisa mineira, de Montes Claros que encanta com seus versos carregados de sentimentos e verdades... Conheça mais no blog: http://mefaltaumpedacoteu.blogspot.com.br/

quarta-feira, 31 de outubro de 2012



Não me importam os julgamentos, todos eles. Exponho a minha sensibilidade porque acredito na minha força. Não sou feito de opiniões alheias, meu ingrediente principal é o amor.

(Wendel Valadares)




sexta-feira, 19 de outubro de 2012


Bebo na distância o que a sua presença não me oferece,
porque foi de longe que aprendi a gostar de você.
Talvez nossas mãos jamais se toquem,
mas o meu abraço te acolhe todas as noites.
A sua alma já está dentro da minha
e os meus olhos insistem em contemplar esta estrada
que não quis me levar até você, 
mas nem isso impediu nosso amor de flores(ser).

(Wendel Valadares)





Deixa essa timidez menina branca
E vem se derramar no meu telhado.
Cai do céu feito brasa
E abranda a quentura desses dias.
Molha casa, chão e coração,
Lava a alma e o ego
E traz os rebentos novos
dessa estação...

(Wendel Valadares)






Nunca tive vocação para ser RIO, para ser RASO, de tanto AMAR eu só podia ser MAR.

(Wendel Valadares)





O que foi ido nunca mais será (bem) vindo, porque a nós cabe o novo, mesmo que de novo. O que se desgarra de nós é o que já não era nosso, porque o que nos pertence está dentro de nós.

(Wendel Valadares)





Não sei esconder meu sorriso, nem conter minha felicidade, muito menos disfarçar minha tristeza. A minha verdade me dá o direito de ser transparente e pôr intensidade no que eu acho que devo. Não tenho receio de admitir que sou fraco e não tenho medo de mostrar a minha força. Dizer que sou feliz é pouco demais pra mim.
Não me limito a um sentimento apenas, até porque seria incoerente com a minha inconstância. Eu simplesmente sou...

(Wendel Valadares)





Eu vou (re)nascer quantas vezes for preciso e (re)descobrir todos os caminhos possíveis, mas eu não desisto de ser quem eu sou.

(Wendel Valadares)





Você tem as cores da minha saudade.
Vem brincar de arco-íris comigo...

(Wendel Valadares)





É tudo muito desproporcional, providencialmente desproporcional.
O seu amor que recipiente nenhum pode conter, cabe perfeitamente dentro do meu coração.

(Wendel Valadares)




domingo, 7 de outubro de 2012


Não precisa ter super poderes, o único ato heroico que espero de você é que não desista de mim.

(Wendel Valadares)




sábado, 6 de outubro de 2012


Desde que você foi embora minha saudade passou a ter nome.

(Wendel Valadares)




É curioso como o formato do teu corpo se encaixa perfeitamente no tamanho da minha saudade.

(Wendel Valadares)






Não me culpe se você distribui o seu afeto a conta gotas, eu derramo um rio inteiro e muito em breve pretendo ser mar. Pois foi para isso que nasci, para ser mar, para aMAR.

(Wendel Valadares)



Deixei de lado aquele amor covarde, que já começava a se mostrar pedindo desculpas, com receio de estar incomodando. Tanta gente por aí distribuindo aspereza e desamor e eu cultivando um amor tímido. Nada disso. Chega um momento em que a semente tem que virar flor para assim produzir mais sementes e mais flores. 
Por que o jardim mais bonito não é aquele tem mais flores, mas aquele que tem mais AMOR.


(Wendel Valadares)



Não tenho problema em mostrar e demonstrar o meu sentimento, o meu afeto, o meu bem querer. As pessoas de quem eu gosto sabem que eu gosto muito e gosto mesmo. Quando as palavras não sabem dizer o meu amor, meus olhos dizem, meu abraço diz, minhas mãos dizem, mas eu digo, de uma forma ou de outra eu digo, porque amor não foi feito pra ficar escondido, ele precisa ser espalhado pelo caminho.

(Wendel Valadares)


quarta-feira, 3 de outubro de 2012


Amigos, vivo hoje um dos momentos mais felizes da minha vida, é uma alegria inaugural e completa, estou realizando um sonho bonito: A publicação do meu 1º Livro de Poesias.

O lançamento será dia 13 de Outubro, às 20:00, no auditório da Câmara Municipal de Brasilândia de Minas.


Compartilho com vocês em primeira mão a Capa do meu livro: Essência!!!!]


PS: FELIZ DEMAIS!!!!




domingo, 30 de setembro de 2012


E não há tristeza que resista ao meu sorriso, quando meus olhos te alcançam.

(Wendel Valadares)



Nem choveu, mas o seu sorriso fez florir o meu jardim interno!

(Wendel Valadares)


sábado, 29 de setembro de 2012



(...) Porque metade de mim é o que eu realmente sou e a outra metade é o que você provoca em mim!

(Wendel Valadares)




As relações afetivas necessitam de cuidados cotidianos, mimos, pequenos e sinceros gestos de carinho. A gente fala: -Oi, tudo bem? Quer ser meu amigo? Mas não cuida, não zela, não preza. É certo que o tempo cicatriza as feridas, mas pro afeto se fortalecer a melhor maneira já inventada continua sendo a RECIPROCIDADE. A gente tem que pensar um pouquinho no outro e fazer alguma coisa para que ele saiba que bem vindo, que é agradável, que é querido. Caso contrário, o tempo vai se encarregar de cicatrizar mais uma ferida: a falta de afeto.

(Wendel Valadares)





Dentro do meu olhar cabem todas as coisas que o meu abraço não soube reter.

(Wendel Valadares)






Um dos maiores privilégios da vida é poder conhecer e conviver com pessoas do bem, pessoas sensíveis, que plantam gentilezas e amaciam a dureza do cotidiano.Numa terça-feira cinza, quente, estressante, em que você só espera o final do dia, você abre o seu e-mail, olha seu celular, vê o seu mural no facebook ou vai até a sua caixa de correio e descobre uma mensagem inusitada de alguém que, também o
cupado, parou o que estava fazendo pra dedicar um pouquinho to seu tempo tão escasso só pra lhe dizer que você é importante, que você é especial, lhe desejar um bom dia, uma boa semana. É um privilégio conviver com gente que planta e cultiva o afeto.Minha oração de hoje é que Deus abençoe duplamente essas pessoas que espalham sutilezas pelo caminho. Que os sensíveis sejam protegidos.

- Wendel Valadares -



Foto: Juliana Criveletto



Tem gente que deixa uma saudade bonita!

(Wendel Valadares)


Foto: Juliana Crivelleto


Amizade é mistério de purificação da alma.

(Wendel Valadares)



Foto de domínio público na internet


(...) E o seu olhar, tão acostumado a ser só, insistia em beber distâncias. Permanecia naquela fiel esperança - já enfraquecida pelo tempo - de que ele fizesse qualquer gesto bonito pra salvar o dia, pra ganhar a noite.

(Wendel Valadares)



Foto de domínio público na internet




O que de súbito me alegra diuturnamente é perceber que neste imenso mundo, emaranhado de estradas e ciladas, o meu caminho se cruzou com o seu. Bendito seja o encontro das almas.

-Wendel Valadares-







Posso desabafar?

- Acho ridículo aquele ditado que diz que 'pra ser valorizado a gente precisa desprezar o outro'. Não concordo, não aceito, não acho justo desprezar uma pessoa que se ama para que ela te enxergue, te valorize. Amor pra mim tem outra frequência. Eu amo o que o outro é pra mim, não o que ele pode me oferecer, me retribuir, me gratificar. Eu amo o que a essência do outro produz em mim, não se ele vai responder, agradecer ou até mesmo me fazer uma surpresa, não há espaços para interesse no amor. Não no amor puro! 
Eu tenho todos os motivos do mundo para não te amar, mas eu te amo. 
Acho que é isso!


(Wendel Valadares)





Nem tudo é um jogo de interesses. Talvez, o amor mais bonito seja aquele mais desinteressado. 

(Wendel Valadares)




Lamento não poder acariciar com as mãos todas as pessoas que me são queridas, mas Deus me deu palavras para tocá-las e é através delas que eu me faço presente na vida dos outros, porque cada palavra que emana da minha poesia, ainda que nas entrelinhas, comunica o amor.

(Wendel Valadares)





Me faz uma surpresa, só pra eu não pensar que você é igual a todo mundo, mesmo sabendo que é. Me conta uma ilusão bonita, só pro meu coração disparar e não desaprender o ritmo do amor, mesmo que depois disso ele não bata mais. 

(Wendel Valadares)